preload preload preload preload preload preload
POR: ddoneda | 0 Comentários | 29/03/2011

IPv6 Day – o grande ensaio geral para o IPv6

A provisão de endereços IPv4 chegou, recentemente, ao seu anunciado fim, com a transferência dos últimos blocos de endereços disponíveis em 3 de fevereiro de 2011. A migração para o IPv6, por sua vez, prossegue em ritmo lento – estatísticas apontam que, hoje, apenas 0,2% das pessoas que acessam a Internet o fazem por IPv6 nativo.

A relutância para esta transição explica-se por uma série de fatores, entre os quais a compatibilidade do novo sistema com o anterior, o IPv4, bem como os custos envolvidos, tanto com a estrutura física de rede quanto dos serviços envolvidos. Não haverá uma melhoria sensível na experiência do usuário da Internet – o que acaba não estimulando muitos dos envolvidos a arcarem com os custos necessários. Não há, no entanto, outra opção no horizonte a não ser efetivar esta migração – que é uma questão de sobrevivência e continuidade. Assim, ao que parece, o trajeto pode não estar isento de percalços.

Uma das primeiras iniciativas em larga escala para incentivar a implementação do IPv6 será o IPv6 Day, promovido pela Internet Society. Neste dia – 8 de junho de 2011 – muitos dos maiores sites na Internet (incluíndo Google, Facebook, Yahoo! e muitos outros) irão, por 24 horas, fornecer seu conteúdo através do protocolo IPv6.

O IPv6 Day – que vem sendo chamado também do test drive day para o IPv6 – irá submeter à prova da vida real as diversas estruturas já operativas neste protocolo. Entre outros resultados esperados, será possível observar quantos usuários serão efetivamente prejudicados por problemas de conexão a sites que utilizam o sistema dual stacked, isto é, que utilizam o IPv6 e IPv4 ao mesmo tempo para fins de compatibilidade reversa. Este problema – que, espera-se, atingirá apenas uma pequena minoria de usuários – é um dos motivos para a relutância de muitos operadores em adotar o novo protocolo.

Com a concentração de vários portais no oferecimento do novo protocolo, os problemas que eventualmente ocorrerão serão mitigados entre diversos sites – evitando que se concentrem sobre um site em particular, o que é um cenário que contribui para a sua parca adoção até hoje.

Para auxiliar a transição, o NIC.br preparou amplo material didático e técnico que ensina teoria e passo-a-passo da migração para o IPv6 nos dois cenários (infra-estrutura e conteúdo) sobre o novo protocolo em http://www.ipv6.br/ . No site também estão disponíveis informações sobre cursos online e presenciais disponíveis.

Deixe um comentário

* Obrigatório