Google Street View e uma questão não resolvida

A Federal Trade Commission (FTC), um dos reguladores que investigou a Google por ter a empresa armazenado dados de navegação de redes Wi-Fi com os carros de seu serviço Street View, condenou a empresa a pagar U$ 25.000,00 em multa por não ter colaborado nas averiguações do caso. O valor é insignificnte (como se observou, equivale ao lucro auferido pela empresa a cada 68 segundos), porém a condenação, realizada após a análise de material enviado à FTC pela própria empresa, lançou luz sobre práticas de desenvolvimento de produtos e políticas de utilização de dados pessoais correntes dentro da corporação. Aparentemente, houve um espaço muito grande para que, dentro do projeto Street View, fosse executado um projeto de um engenheiro da empresa que, procurando reunir o máximo de informações que possibilitasse, segundo ele, maior acuridade na prestação do serviço. A questão foi que, para isso, foram capturados não somente dados sobre as redes wi-fi ativas, porém também o conteúdo das comunicações por estas redes. A confirmação desta prática foi suficiente para que reguladores e autoridades de proteção de dados anunciassem que pretendem reexaminar o caso.