CGI.br: processo de escolha de representantes de entidades civis

O Comitê Gestor da Internet é a entidade responsável por coordenar e integrar todas as iniciativas relacionadas à Internet no Brasil, inclusive no que diz respeito à governança de nomes de domínio e de endereços IP, promovendo a qualidade técnica e a inovação. O CGI tem uma estrutura multistakeholder, ou seja, é composto por membros do governo, do setor empresarial do terceiro setor e da comunidade acadêmica. É um modelo pioneiro de governança da Internet, baseado em um rol de princípios, que tem servido de inspiração para outros fóruns, como o IGF. Atualmente o CGI passa por um processo de escolha de representantes das entidades civis para compor seu conselho. Segundo o regimento eleitoral, serão 11 eleitos no total, sendo: I - 4 (quatro) representantes titulares e 4 (quatro) representantes suplentes do Setor Empresarial, sendo um representante titular e um representante suplente para cada um dos seguintes segmentos: a.) Provedores de Acesso e Conteúdo da Internet, b.) Provedores de Infra-estrutura de Telecomunicações, c.) Indústria de Bens de Informática, de Bens de Telecomunicações e de Software, e d.) Setor Empresarial Usuário. II - 4 (quatro) representantes do Terceiro Setor e 4 (quatro) representantes suplentes; e III - 3 (três) representantes da Comunidade Científica e Tecnológica e 3 (três) representantes suplentes. O primeiro passo nesse processo é a formação de um colégio eleitoral, composto por entidades com direito de voto. O prazo de inscrição de entidades eleitoras se estenderá até 03 de novembro. Uma vez escolhidas, essas entidades poderão apontar candidatos, cujos nomes deverão ser indicados até 10 de dezembro. Informações detalhadas sobre o processo eleitoral encontram-se disponíveis em: http://www.cgi.br/eleicao2010/